segunda-feira, 5 de novembro de 2012

O CNJ e as mudanças

                                                                                            
Cláudio Nunes*

O poder judiciário continua alimentando suas mazelas, oriundas de um comportamento corporativista e de uma cultura burguesa de servir ao sistema a qualquer custo. A um custo que sempre foi muito alto. A sociedade brasileira, e aí se inclui também os pobres, sempre sustentou com seus impostos um poder que fez e faz questão de ostentar riqueza, uma riqueza afrontosa, com juízes recebendo altíssimos salários, com portentosos prédios onde o uso exagerado de granito e blindex sempre foram destacados. Veículos de último modelo, gabinetes luxuosos e refrigerados, tudo isso para ter um “poder” que sempre se mostrou distante das classes menos abastadas ou como é dito popularmente, um “poder” no qual a pobreza nunca teve acesso.

O poder judiciário sempre teve uma imagem amedrontadora, até estando coberto de razão, um pobre treme de medo em ter que sentar-se diante de um juiz, não por outro qualquer aspecto, mas pela certeza de que a justiça ali praticada, dificilmente será em seu favor. Quantas pessoas ordeiras e honestas não já foram sentenciadas injustamente, em razão ter enfrentado nos tribunais, acusações inverídicas de um rico, promovidas por influentes e caríssimos advogados. Tudo isso sob a aquiescência de um poder que se estabeleceu para proteger o sistema e atuar em favor da elite. Aqui não pretendemos sequer citar a venda de sentenças e outras aberrações.

Mas o país vive em constante transformação, porque a democracia tem teimado em se estabelecer entre nós, custe o que custar, e no bojo dessa democracia ainda capenga, surgiu um fato que tem contribuído decisivamente para devolver à sociedade a esperança de ver um poder judiciário atuando em benefício da população de forma definitiva, ou se isso ainda não for possível, que ao menos sejam punidos os corruptores dessa finalidade. Esse fato que restitui a esperança de todos atende pelo nome de CNJ, o Conselho Nacional de Justiça.

*Cláudio Nunes é articulista do infonet

domingo, 14 de outubro de 2012

Palavras de sabedoria


1 - As únicas pessoas que você precisa em sua vida, são aquelas que desinteressadamente precisam de você na vida delas.
2- Aprendi a sorrir, porque chorar eu já nasci sabendo.
3- Pessoas falsas são como produtos piratas, te atraem pela facilidade, mas logo te decepcionam pela qualidade.
4 - Os falsos profetas prosperam porque dizem às pessoas o que elas querem ouvir. Mas não se engane! Haverá o juízo de e então você estará diante de Deus. Você tem que seguir a Cristo, e não ao evangelho fácil. Cristo tem que ser o centro da sua vida, ou Ele não é nada. (Paul Washer)
5 - Amigos verdadeiros podem passar longos períodos sem se falar e jamais questionar essa amizade. Quando eles se encontram, independente do tempo e da distância, parece que eles se viram ontem. Entendem que a vida, às vezes, nos afasta, mas que você os amará sempre.
6 - Quando a gente realmente gosta de alguém idade, distância, altura, peso... são apenas números.
7 - Não tema o futuro... Deus já está lá.
8 - Não questione a vontade de Deus, tudo que Ele faz tem um especial propósito.
9 - Quem fica de joelhos diante de Deus, fica de pé diante de qualquer circunstância.
10 - Escola bíblica dominical: nunca receberemos um diploma, mas a festa de formatura será eterna.
11 - Criticar a mim é fácil, difícil é vir dividir as minhas contas.
12 - Existe uma técnica chamada tomar conta da própria vida. Isso faz bem a si mesmo e aos outros.
13 - Não deixe a tua boca falar aquilo que o seu ouvido ouviu, mas os seus olhos não viram.
14 - Uma grande história é feita de grandes desafios, de conquistas com grandes esforços, formados de grandes sonhos, inspirados num grande Deus e realizados por pequenos, frágeis, simples homens.
15 - As dificuldades devem servir para o seu crescimento. Continue a sua jornada sempre com os olhos para cima, até que os seus adversários desistam de tentar te derrubar.
16 - Humildade não te faz melhor que ninguém, mas te faz mais feliz que muitos.
17 - As mais lindas palavras de amor são ditas no silêncio do olhar de quem te ama.
18 - Três dicas importantes para a sua vida:
Não prometa quando você estiver feliz;
Não responda quando estiver irritado;
Não decida nada quando estiver triste.
19 - Tem coisas que Deus permite na nossa vida para que possamos aprender com elas. E tem coisas que Deus só nos dá quando já merecemos, porque aprendemos a possuí-las.
20 - Três coisas não voltam mais:
A pedra lançada, a palavra pronunciada e a oportunidade perdida. Por isso pense antes de falar, de fazer e cuide mais da sua vida.

Autores desconhecidos (Compilado e adaptado por Alberto Magalhães)